Resenha: Vidas Secas, de Graciliano Ramos – Por Mari Beatriz

Por Mari Beatriz 

Sinopse: 

Em ´Vidas Secas´, o autor se mostra mais humano, sentimental e compreensivo, acompanhando o pobre vaqueiro Fabiano e sua família com simpatia e uma compaixão indisfarçáveis. Além de ser o mais humano e comovente dos livros de ficção de Graciliano Ramos, ´Vida Secas´ é o que contém maior sentimento da terra nordestina, daquela parte que é áspera, dura e cruel, sem deixar de ser amada pelos que a ela estão ligados teluricamente. O que impulsiona os seres desta novela, o que lhes marca a fisionomia e os caracteres, é o fenômeno da seca. ´Vida Secas´ representa ainda uma evolução na obra de Graciliano Ramos quanto ao estilo e à qualidade estritamente literária.  

Vidas Secas é uma obra pelo qual começa trabalhando de uma forma perspicaz cada personagem, começando assim com Fabiano, um homem analfabeto e que não sabe falar, somente emitir ruídos e barulhos estranho. Temos juntamente com Fabiano, Sinhá Vitoria, que demonstra ser a mais sábia e com malícia sobre o mundo. A mesma tem dois filhos, o mais velho e o mais novo ( Graciliano em nenhum momento citou o nome de ambos e em sua obra deu pouca ênfase aos meninos). Por ultimo, mas não a menos importante, a cadelinha baleia, que é a chave para descobrir muitas coisas durante a história.

Graciliano Ramos criou uma obra magnífica, pelo qual a seca não fica somente relacionada a falta de água e sim a algo mais profundo! Conta com um vocabulário que nos faz sair da nossa zona de conforto, mas que ao mesmo tempo trás muita sabedoria e conhecimento.

Para quem não sabe, o autor desse livro começou a escrever a obra pelo capítulo chamado ‘Baleia’, pela qual o nome foi colocado de forma “irônica”. E observamos que durante a história, é abordada a secura do nosso interior, a falta de oportunidades que ainda tem no nordeste e como as pessoas se iludem pensando que nas regiões sul e sudeste haverá melhores condições.

Meu Deus do céu! Que resenha difícil de ser feita, depois que eu li Vidas Secas comecei a gostar muito do Graciliano e do seu modo de escrever e retratar a seca, é algo envolvente e que te faz questionar muitas coisas e até mesmo nos faz dar valor ao que temos.

Espero não ter dado muitos spoilers e que vocês consigam dar uma chance a um clássico da literatura nacional e até mesmo mundial!

1807897Vidas Secas – Graciliano Ramos
Editora: Record
Lançamento: 1938
Páginas: 176

Nota: 5/5   5 estrelas

Preço Mínimo: R$ 26,42 (Americanas)

 

Foto: Divulgação

Um comentário em “Resenha: Vidas Secas, de Graciliano Ramos – Por Mari Beatriz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s