Resenha: Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling – Por Paula Ramos

Por Paula Ramos

Sinopse:

Harry Potter é um garoto cujos pais, feiticeiros, foram assassinados por um poderosíssimo bruxo quando ele ainda era um bebê. Ele foi levado, então, para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural. Pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo.

No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais. O menino de olhos verde, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. A fábula, recheada de fantasmas, paredes que falam, caldeirões, sapos, unicórnios, dragões e gigantes, não é, entretanto, apenas um passatempo.

Será que um menino é capaz de destruir o grande lorde das Trevas?

Harry Potter e a Pedra Filosofal é o primeiro livro da saga criada por J. K. Rowling, lançado em 26 de junho de 1997, no seu país de origem.

Harry vive com seus tios e primo que fazem sua vida um inferno. Ele acabara de fazer 11 anos e descobre toda sua história de uma vez, fazendo que sua vida mude completamente. Hagrid é a pessoa responsável por contar toda a história.

Harry era apenas um bebê de 1 ano quando o Lorde das Trevas, Voldemort, matou seus pais com um simples feitiço chamado Avada Kedrava, ele também tentou matar Harry, mas, o que só conseguiu, foi uma cicatriz em forma de raio na testa de Harry.

No mundo dos trouxas (seres humanos que não eram feiticeiros), Harry era uma pessoa comum, considerada estranha. Já no mundo da magia, Harry era considerado um herói, que expulsou Voldemort do mundo da magia.

Harry só ficou sabendo da sua fama, quando Hagrid foi buscá-lo para estudar em Hogwarts. Quando chegaram no beco diagonal para suas compras, ficou deslumbrado com todo aquele mundo novo e totalmente diferente.

Este livro encoraja o leitor a ler e não parar até terminar, na verdade, a saga toda, porque, quanto mais você lê ele, mais desvenda mistérios ou tenta descobrir alguns. Além disso, o leitor quer descobrir quem tá mentindo ou não, quem é bom ou mau.

O fato de Harry distorcer o ditado “Filho de peixe peixinho é”, também é uma das coisas que bastante gosto. O seu pai, Thiago, se parecia fisicamente com seu filho, mas, só essa questão era similar a Harry. Thiago era uma pessoa muito autoconfiante e sempre achava que era incrível, enquanto o Harry era uma pessoa insegura. Já a sua mãe, era muito inteligente e ex -trouxa, como Voldemort diz: “sangue ruim”, que conseguiu entrar em Hogwarts pelo seu esforço.

As aventuras que Harry e seus dois melhores amigos, Rony e Hermione, embarcam é sensacional.

Fred e Jorge, irmãos gêmeos e também irmãos de Rony, deixa a escola e a vida de todos maluca e mais divertida, com suas pegadinhas, tanto para desvendar quem é quem ou quando aprontam suas armadilhas para pregar peças nos seus colegas.

Hermione e Rony só vivem brigando e isso faz com que o leitor queira que fiquem juntos, só que todo mundo sabe que dois bicudos não se beijam, pode ser difícil isso acontecer, mas não impossível.

O leitor fica surpreso com a facilidade que a Hermione tem de ler livros, na verdade, ela devora. Quero até algumas dicas dela para poder ler mais rápido os livros e entendê-los melhor.

A paixão do Harry pelo quadribol relembra as nossas paixões, o que a gente mais gosta no mundo.

Então, de certa forma, cada um carrega uma característica própria, que pode se encaixar muito bem com a todos os leitores que vão rapidamente se encantar neste incrível mundo mágico e cheio de curiosidades.

125314767SZHarry Potter e a Pedra Filosofal – J. K. Rowling
Editora: Rocco
Lançamento: 2000
Páginas: 224

Nota: 5/5 5 estrelas

Preço mínimo: R$ 24,00 (Cultura)

 

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s