Resenha: Doce Procura, de Kevin Alan Milne – Por Gaah DiAngelo

Por Gaah DiAngelo

Sinopse: 

Sophie Jones possui uma loja de doces em Seattle. Porém, sua vida não é muito açucarada. Uma série de tragédias, desde a morte dos pais em seu nono aniversário, a transformou em uma pessoa amarga. Agora, Garrett, seu ex-noivo, a procura para explicar por que a abandonou. Diante da recusa dela em conversar, os dois fazem uma aposta. Garrett colocará um anúncio no jornal pedindo provas de que a felicidade duradoura existe. Se conseguir cem respostas verdadeiras, ele terá a oportunidade de se justificar… e, quem sabe, recuperar o coração de Sophie.

A primeira coisa que tenho a dizer é: Doce procura te fará chorar do começo ao fim, por diversas razões – ou não, se você não for uma manteiga derretida como eu.

Sophie é dona de uma loja de chocolates em Seattle e teve uma vida cheia de perdas. Seus pais morreram em um acidente de carro no dia de seu aniversário e seu noivo a abandonou semanas antes do casamento. Contudo, ao invés de desistir, ela se inspira nessas perdas e cria os Biscoitos do Azar, feitos de puro cacau e com mensagens agourentas – mensagens estas, que você encontra no início de cada um dos trinta e sete capítulos.

No seu décimo nono aniversário, uma pessoa indesejada entra na sua loja: Garrett Black, seu ex-noivo. Ele quer uma chance para se explicar. Enquanto Sophie acredita que o amor é perecível, Garrett crê na felicidade sem fim. É aí que entra o nosso ponto principal da história: Sophie sugere que Garrett coloque um anúncio no jornal local: “Procura-se felicidade”; se tiver pelo menos cem respostas aceitáveis — no ponto de vista dela, o que achei bem mais injusto—, ela dará chance dele se explicar.

Garrett acaba aceitando, porém eles não esperavam a proporção que o anuncio iria tomar. O anúncio apareceu no noticiário, o que fez com que Sophie recebesse centenas de cartas por dia, e precisasse da ajuda de seus amigos e familiares nesta árdua tarefa de ler e selecionar as cartas.

Com isso, ela acaba descobrindo detalhes do acidente que matou seus pais, pessoas sentindo culpa e uma estranha ligação com Garrett.

Este livro me lembrou da sensação de comer bolo de chocolate acompanhado de café – a doçura do chocolate torna o café mais amargo e a amargura do café torna o chocolate mais doce. O pessimismo de Sophie casa muito bem com o otimismo de Garrett.
Como disse no início, chorei do começo ao fim, mas esse livro se tornou um dos meus favoritos.

No fim, quem estava certo: a pessimista Sophie ou o otimista Garrett? Existe felicidade duradoura? Recomendo que leia!

Castelmar Hotel.jpgDoce Procura – de Kevin Alan Milne
Editora: Record
Lançamento: 2013
Páginas: 319

 

Nota: 5/5 5 estrelas

Preço mínimo: R$ 35,20 (Livraria da Folha)

Foto: Gaah DiAngelo

 

 

 

Um comentário em “Resenha: Doce Procura, de Kevin Alan Milne – Por Gaah DiAngelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s