Pessoas em situação de rua são convidados a participar do Salão do Livro do Baixo Amazonas

Durante uma hora e meia, José Antônio Fredericci, que vive em situação de rua em Santarém, no oeste do Pará, ganhou a oportunidade de visitar o XI Salão do Livro do Baixo Amazonas, no Espaço Pérola do Tapajós, que fica localizado no Parque da Cidade. Ele e outros cinco usuários do Centro Pop Dom Lino Vombommel foram convidados pelos profissionais da instituição, na quinta-feira (13), a conhecer as instalações e a programação da feira, que segue até o dia 16 de setembro.

“A gente sabe quais são as tendências, os livros mais vendidos, e sabe quais são os gostos das pessoas que nos acompanham, como os psicólogos, educadores. Aí gente fica mais inteirado naquilo que é melhor para se ler, principalmente para nós nessas condições. Eu, por exemplo, gosto muito de ler, apesar de não livros de ficção, eu gosto mais de curiosidades. Foi um passeio muito bom com pessoas que valem a pena. Sinto-me feliz, sem palavras, muito obrigado pelo passeio”, comemorou seu José Antônio Fredericci

Os usuários foram acompanhados pela coordenadora do Centro, Glaucya Fiori, a pedagoga Leda Luiza Vieira Rego e os educadores Marlon da Silva Lobato e Elvis Nazareno Lira de Oliveira. Durante a visita, eles tiveram acesso a livros sobre o tema “História e Política”, que é o assunto abordado este mês na instituição. O grande objetivo foi estimular a leitura e a busca pelo conhecimento.

“Para mim quanto coordenadora do centro foi muito bom acompanhar os usuários. Na ocasião, a gente pôde compartilhar informações de livros didáticos, de literatura, ver os que eles já tinham conhecimento. Foi uma interação bem legal”, explicou Glaucya Fiori.

Outro usuário que aprovou a visita foi o venezuelano Adil Ramirez. Ele afirmou que a leitura dos livros o fez relembrar momentos do passado. “Lembrei do tempo quando eu lia livros. Fazia muito tempo que não lia algo assim. Eu li um livro sobre a guerra e uma outra obra”.

O Centro Pop Dom Lino Vombommel é administrado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), e atende diariamente uma média de 30 pessoas.

A instituição é uma unidade pública voltada para o atendimento especializado à população em situação de rua que realiza atendimentos individuais e coletivos, oficinas e atividades de convívio e socialização, além de ações que incentivem o protagonismo e a participação social das pessoas em situação de rua, além do serviço de abordagem social. Ele fica localizado na Travessa Moraes Sarmento, n° 800, entre as Avenidas Marechal Rondon e Presidente Vargas, no Bairro Santa Clara, e funciona de segunda á sexta-feira das 8h ás 18h.

Fonte: G1
Foto: Mauro Nayan/Prefeitura de Santarém

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s