O cotidiano da cidade de Ribeirão Preto é retrato em novo livro de Daniel Francoy

Por: Genice Santos

Observações sobre a vida em Ribeirão Preto levaram o escritor Daniel Francoy a publicar o livro “A Invenção dos Subúrbios”, lançado no último mês de novembro de 2018, que recebeu elogios da crítica especializada em literatura. Mais um indício para o escritor, que em 2017, foi um dos vencedores do Prêmio Jabuti, na categoria poesia.

Daniel Francoy, que além da vida de escritor, também é servidor público da Justiça Estadual de São Paulo, sempre viveu em Ribeirão Preto. Ele conta que a ideia de escrever esse livro, que flerta entre a crônica e uma espécie de diário, partiu da intenção de transformar os locais pelos quais ele passava, com o “fato literário”.

“Eu comecei a fazer uma espécie de inventário de situações que fosse significativa para mim e que eu achava que traduzia os lugares que eu passava, pelos locais que fui criado, os bairros mais antigos, os comércios mais à beira da falência, mais abandonados”, explica o escritor, que teve a obra mencionado pela Revista Época, como um dos melhores livros que “passaram despercebidos em 2018”.

Em 2017, ele foi um dos finalistas do Prêmio Jabuti, pelo livro de poesias com a obra “Identidade”, lançado em 2016 pela editora Urutau. Antes, ele já havia publicado os livros “Cidade Estranha” e “Calendário”, ambos em Portugal.

Em “A Invenção dos Subúrbios”, ele descreve situações vividas e inspiradas na Vila Tibério, bairro em que foi criado, no Centro e nos Campos Elíseos. “Eu não tento transmitir a descrição de um lugar ou outro, é mais uma sensação de estar por esses lugares. É um observador, que vai fazendo um relatório de situações, comportamentos, de lugares”, afirma.

“Tem estrutura de diário, mas um pouco desconstruído, porque não oferece uma ordem cronologia. Tem elementos da crônica, mas flerta com a prosa poética, tem um pouco de livro de memórias, de diário”, complementa.

A obra transita por memórias do próprio Daniel Francoy entre os anos de 2013 e 2017, no entanto, ele também traga memórias da infância, mas de maneira indireta. “É um diário de observação da cidade. Como eu vejo a cidade, estrutura da cidade, de pessoas, comportamentos, mas não chega a ser uma biografia”, relata.

A “Invenção dos Subúrbios” foi publicado pela editora Edições Jabuticaba, e custa R$ 30 cada exemplar, que pode ser encontrado nas livrarias ou pela internet, no site do próprio selo.

Fonte: Revide
Foto: Divulgação
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s