Livro ‘Manhãs Esquecidas’, de Bianca Brighenti, aborda a transição de jovem para adulto

Ah! As ‘maravilhas’ de ser adulto. As responsabilidades, as contas e a pressão social. Muitos acham que essa fase da vida é uma das piores que existe, entretanto, esquecem da real importância dela, tanto no âmbito social quanto comportamental do ser humano. Nesse dia 15 de janeiro comemora-se no Brasil o Dia do Adulto, uma data para homenagear essa fase da vida que separa a infância e a velhice.

É a etapa que a pessoa se torna responsável por seus atos, ganha a liberdade, e compreende que existem questões que demandam uma consequência dos próprios atos. O site “Sobre a vida” faz uma análise psicológica sobre essa questão e afirma: “Psicologicamente a maior parte das pessoas não está formada com os pré-requisitos básicos que uma vida emocional adulta exige”. Há diversos fatores que necessitam de decisões que não poderão ser passadas e resolvidas por mais ninguém. Sustentar paradoxos, rotas de solução, gerenciamento de vida, negociação interna, resolução de problemas, direcionamento pessoal, e tantos outros.

Mas, algumas leituras podem auxiliar nessa transição e no cotidiano. Livros de autoajuda são práticos e inquisitivos, enquanto alguns outros títulos permeiam histórias de romance ao mesmo tempo que abordam essas questões. “Manhãs Esquecidas“, título escrito por Bianca Brighenti e publicado pela Editora Coerência é um dos últimos. Na história, ela exemplifica essa questão da responsabilidade – sobre si e sobre os outros. É um assunto pertinente demonstrado por uma jovem autora, de 15 anos, sobre a doença Alzheimer, que acomete principalmente a população idosa e mais velha.

SINOPSE:

Clarisse embarca em sua mais nova jornada de emprego, em que teria de cuidar de uma doce senhora. Ao decorrer do tempo, a cuidadora encontra um diário curioso no qual uma jovem garota misteriosa relata com detalhes a vida de Elizabeth, sua avó, uma mulher conhecida na região por ser muito bondosa. Infelizmente, o destino dela fora traçado pela terrível doença nomeada Alzheimer. Buscando respostas pelo fato trágico e, enfrentando aos poucos o esquecimento de sua existência na mente da amada avó, a jovem, que prefere não se identificar inicialmente, se depara com diversas situações que lhe deixam atordoada, e que provam que ela nunca esteve sozinha. Mas, para isso, ela teve de aprender que sua fé não fora em vão, e que cada fato ocorrera a favor de um propósito.

Ficha Técnica
Título: Manhãs Esquecidas
ISBN: 978-85-92572-98-3
Páginas: 94
Preço: R$ 35,00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s